fbpx

A gente colhe aquilo que a gente planta

A gente colhe aquilo que a gente planta.
Imagem: pixabay

Fala, galera! Conhece o ditado: “na vida, a gente colhe aquilo que a gente planta?”, pois é, isso também vale para o mundo dos concursos. Afinal, estudar para concurso público exige uma preparação de médio a longo prazo e, durante esse caminho, você segue plantando toda dia para colher lá na frente a sua aprovação.

Portanto não acredite no encantador de serpente que te vende uma aprovação expressa de quatro meses, por exemplo. Isso não existe, não passa de marketing barato para te iludir e deixar você frustrado. Afinal, ser aprovado em um certame leva tempo, pois é uma preparação.

Assim, podemos comparar o concurseiro  com um maratonista, ele se prepara todos os dias, se esforçando, para a grande corrida da sua vida, pois a gente colhe aquilo que a gente planta, e disso não dá para correr.

Embora,  admito que exista sim alguns raros casos de aprovação em períodos inferiores a seis meses, mas não dá para extrapolar certas façanhas. Esses casos são exceções das exceções, portanto não podemos usá-los como exemplo.

Paciência é uma virtude que vale muito no mundo dos concursos.

Então, nobre colega, separe, no mínimo, três horas por dia para estudar, sem afobação, sem ilusão e sem pressa para, lá na frente, vencer a corrida e colher a sua aprovação. Plante todo dia com dedicação e persistência, seja paciente e siga seu caminho com bastante foco.

Mesmo nos momentos difíceis, nos quais você está cansado de tanto estudar e trabalhar, com vontade de jogar tudo para o alto, não desista. Lembre-se sempre do que você já plantou e tenha paciência, pois você vai colher os frutos, é só esperar a “árvore” crescer.

Pensar nesse processo em longo prazo ainda é a melhor forma de organizar a sua preparação, pode apostar. Assim você consegue fazer uma base com mais tranquilidade.

Se você for diligente, estudando de forma incremental, pode até arrancar uma aprovação no meio do caminho; como eu fiz algumas vezes. Mas a sua mentalidade deve ser a de estudar até passar, sem prazos ou metas absurdas.

Portanto, não caia no conto da aprovação expressa, estudando freneticamente e se cobrando com prazos fora da realidade, preserve a sua saúde mental e vá seguindo seu caminho, treinando todo dia, como um grande maratonista. Pois, no fim, sabemos que a gente colhe aquilo que a gente planta.

Conheça o Método 4.2 de Revisão e baixe já uma das Planilhas Gratuitas que preparei pra vocês.

Gostou do texto? Siga-me também no Instagram e receba dicas e postagens diárias.

Abraços,

Rafael Barbosa.

A ambição universal do homem é colher o que nunca plantou.

Adam Smith

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário