fbpx

Coaching para diplomacia

Coaching para diplomacia

Conheça agora as vantagens de ter um programa coaching para diplomacia!

O concurso para a área da diplomacia é almejado por muitos concurseiros. Além de um salário inicial atrativo, na casa dos 20 mil reais, o cargo permite que o diplomata faça viagens pelo mundo a serviço do governo brasileiro, estreitando relações entre o Brasil e outros países.

Por ser um cargo que, de fato, preza a diplomacia entre o Brasil e outros países, ter um perfil negociador é uma habilidade muito bem-vinda para exercer a profissão.

Mas ser aprovado em um certame para diplomata não é algo tão fácil. É preciso muita dedicação e muito estudo para conseguir a sonhada aprovação. O concurso exige do candidato conhecimento em um grande volume de disciplinas, além de habilidade em línguas estrangeiras.

No entanto, para concorrer a uma vaga na área da diplomacia, não é necessária nenhuma formação específica. O candidato precisa ter diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área, emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

O que faz um diplomata?

As atribuições de um diplomata são inúmeras. De modo geral, o diplomata representa o Brasil perante outros países. Esse profissional tem como função informar, negociar e acompanhar discussões internacionais, gerenciando as relações exteriores do governo brasileiro. A carreira de diplomata exige dedicação total e você precisa estar disponível 24 horas por dia em nome da sua profissão.

O diplomata é vinculado ao Ministério das Relações Exteriores e, no Brasil, também atua nas questões administrativas do Itamaraty, além de auxiliar na formulação da política externa.

Além disso, é função de um diplomata evitar confrontos e, caso algum ocorrer, buscar a conciliação.

Para ser um diplomata, também é necessário que o candidato atenda a alguns pré-requisitos obrigatórios:

  • Ser brasileiro nato;
  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Estar no gozo dos direitos políticos;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Apresentar diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior, emitido por universidade brasileira reconhecida pelo MEC;
  • Apresentar aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, verificada por meio de exames pré-admissionais;
  • Estar em dia com as obrigações do Serviço Militar, no caso dos candidatos do sexo masculino.

Concurso para diplomacia

O último concurso para diplomata ocorreu em 2019. O certame foi divido em duas etapas: prova objetiva e prova escrita.

Na primeira fase, a prova objetiva foi composta por 73 questões das seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa;
  • História Do Brasil;
  • História Mundial;
  • Política Internacional;
  • Geografia;
  • Economia;
  • Direito E Direito Internacional Público.

Na segunda fase, a prova discursiva cobrou conhecimento das seguintes disciplinas:

  • Língua portuguesa;
  • Língua inglesa;
  • História do Brasil;
  • Geografia;
  • Política internacional
  • Economia;
  • Direito e Direito internacional público;
  • Língua espanhola;
  • Língua francesa.

O cargo de diplomata possui seis níveis e a progressão vai acontecendo aos poucos, de acordo com o tempo de serviço.

O candidato aprovado no Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) ingressa no cargo de Terceiro Secretário e é matriculado no Curso de Formação do Instituto Rio Branco (IRBr), com duração de um ano e meio. O curso é obrigatório para seguir na carreira. Depois, o diplomata vai progredindo para os próximos níveis, conforme informações abaixo:

  1. Terceiro Secretário
  2. Segundo Secretário
  3. Primeiro Secretário
  4. Conselheiro
  5. Ministro de Segunda Classe
  6. Ministro de Primeira Classe

Confira abaixo a remuneração de cada nível:

CategoriaRemuneração
Terceiro secretárioR$ 19.199,06
Segundo SecretárioR$ 21.226,79
Primeiro SecretárioR$ 22.802,63
ConselheiroR$ 24.500,44
Ministro de Segunda ClasseR$ 26.319,29
Ministro de Primeira ClasseR$ 27.368,67

Concurso diplomata 2020 retomado!

As provas do concurso diplomata 2020 estavam marcadas para o dia 30 de agosto, e seriam aplicadas em todos as capitais do Brasil e do Distrito Federal. Entretanto, de acordo o Ministério Público Federal a realização do concurso resultaria em aglomeração de pessoas.

Para tanto, uma nova data para a prova objetiva foi marcada. Ela acontecerá, provavelmente, em 11 de abril de 2021. A segunda fase foi marcada para acontecer em 08 de maio de 2021.

O certame, organizado pelo IADES, está ofertando 25 vagas para o cargo de Terceiro-secretário da carreira de diplomata, com remuneração inicial de R$ 19.199,06. As inscrições foram encerradas no dia 9 de agosto.

Acompanhe a linha do tempo do concurso diplomata 2020:

  • 18 de fevereiro – Retomado! 

Foi publicada retificação do edital do concurso Diplomata 2020. O primeiro tópico alterado foi a retificação da data provável da prova objetiva, definida para 11 de abril de 2021, em dois períodos: o primeiro, iniciando-se às 9 horas e 30 minutos, com duração de 3 horas; e o segundo, iniciando-se às 15 horas, com duração de 3 horas.

  • 05 de outubro – Mudança na comissão

O Ministério das Relações Exteriores revogou a Portaria de 3 de agosto de 2020, que delegou ao servidor Francisco Eduardo Novello competência para conduzir a realização do concurso de admissão à carreira de Diplomata. Para ocupar a vaga, foi nomeada a conselheira Mariana Lima Moscardo de Souza.

  • 02 de setembro – Escolha de servidores para o cargo de fiscais do contrato

No Diário Oficial da União do dia 02 de setembro consta portaria que designa os servidores Éverson Mayer Simões (Fiscal titular) e Diego Batista Silva (Fiscal substituto) para atuarem na qualidade de fiscais do Contrato Administrativo n° 17/2020, celebrado entre o Ministério das Relações Exteriores, por meio do Instituto Rio Branco e o Instituto Americano de Desenvolvimento, que tem por objeto a contratação de serviços técnico-especializados nas áreas de logística e de composição de bancas examinadoras para a organização e a realização do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) do ano de 2020.

  • 13 de agosto – Suspensão temporária

No dia 13 de agosto foi publicado edital que suspendeu as provas das três primeiras etapas do concurso por conta da pandemia causada pela Covid-19. Novas datas serão divulgadas oportunamente.

Concurso Diplomata 2020 : Provas suspensas

  • 04 de agosto – Servidor escolhido para conduzir concurso

No dia 4 de agosto, foi dada a função de conduzir o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata ao coordenador-geral de Ensino do Instituto Rio Branco, Francisco Eduardo Novello.

Concurso Diplomata 2020 (coaching para diplomacia) : Francisco Eduardo Novello irá conduzir o certame.

  • 30 de junho – Edital publicado

O concurso foi publicado no último dia 30 de junho, no Diário Oficial da União.

  • 26 de junho – Contrato com Iades oficializado

No dia 26 de junho foi publicado no Diário Oficial da União o extrato de contrato entre o Ministério das Relações Exteriores e a banca Iades.

Concurso Diplomata 2020 (coaching para diplomacia) : extrato com a banca examinadora

  • 13 de maio – Novo regulamento

Em maio o Instituto Rio Branco publicou o novo regulamento para o novo concurso Diplomata 2020.

Com tanta disciplina para estudar, o concurseiro precisa de muita organização e foco para otimizar os estudos. Por isso que o programa coaching para diplomacia do Método 4.2 de Revisão é tão crucial para a aprovação.

Conheça agora os benefícios do Programa Coaching para Diplomacia!

Programa Coaching Método 4.2 de Revisão

Ter um método de estudo é de crucial importância no seu processo de aprovação. E não pode ser qualquer técnica aleatória, o método precisa otimizar o seu tempo para que você possa ter um estudo de qualidade.

E é aí que entra o programa Coaching para diplonacia. Ele se faz necessáriopara auxiliaro concurseiro no processo de aprovação. Afinal, existe muito material na internet e, muitas vezes, o estudante não sabe por onde começar; se vai assistir à videoaula, se vai estudar por PDF etc.

O coaching para diplomacia vai orientar você em como estudar e por onde estudar. A ideia é fazer o coachee estudar do modo certo e com qualidade. Por exemplo, você pode estudar tanto por PDF quanto por videoaula, o seu coach vai dizer a você como e quando fazer isso.

Um bom programa coaching para diplomacia é aquele que organiza e otimiza o tempo do cochee. E o Método 4.2 de Revisão trabalha dessa forma.

O Método 4.2 de Revisão foi criado pelo coach Rafael Barbosa e é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2 de Revisão:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital!!!

Saiba tudo sobre o Método 4.2 de Revisão, baixe gratuitamente a planilha e comece a estudar agora mesmo!

Conheça o programa de coaching do Método 4.2 de Revisão

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera.

Turbine a sua aprovação com o programa de Coaching do Método 4.2 de Revisão!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário