fbpx

Concurso DPE RS Defensor: edital publicado! Inscrições até 7 de outubro!

Concurso DPE RS Defensor

O concurso DPE RS Defensor está com edital de seleção publicado no Diário Oficial do Estado, oferecendo 10 vagas para o cargo de Defensor Público. A remuneração inicial da função é de R$22.213,43.

As inscrições iniciam em 8 de setembro e seguem até 7 de outubro deste ano. Para se inscrever, o candidato precisa acessar o site da banca organizadora Cebraspe. A taxa de inscrição é de R$ 300 e o boleto poderá ser pago até 1º de novembro de 2021.

Das 10 vagas ofertadas para o cargo de Defensor Substituto, 5 são destinadas para ampla concorrência, 1 para PcD, 3 para pessoas negras e 1 para indígenas.

Atualmente o órgão possui 33 cargos vagos de Defensor, de acordo com os dados da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

Concurso DPE RS Defensor: requisitos e atribuições

Requisitos

Para se candidatar a uma das vagas é preciso que o candidato tenha no mínimo idade de 18 anos, formação em nível superior no Curso de Bacharelado em Direito, e haver exercido atividade jurídica pelo período mínimo de 3 anos, contados até a data da posse.

Atribuições

Dentre as atribuições dos Defensores Públicos no Estado do Rio Grande do Sul estão:

  • Prestar orientação jurídica e defesa dos necessitados, em todos os graus, no âmbito judicial, extrajudicial e administrativo;
  • Exercer a defesa dos interesses individuais e coletivos das crianças e dos adolescentes, dos consumidores, dos idosos, das pessoas com deficiência, das mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, e de outros grupos vulneráveis que mereçam especial proteção do Estado;
  • Representar aos sistemas internacionais de proteção dos direitos humanos, assim como promover a difusão e a conscientização sobre direitos;
  • Atuar em estabelecimentos penais e de internação de adolescentes, visando a assegurar o exercício pleno de direitos e garantias fundamentais.

Etapas do concurso DPE RS Defensor

A seleção pública vai ocorrer em cinco fases:

PRIMEIRA FASE: constituída de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

SEGUNDA FASE: constituída de provas discursivas, de caráter eliminatório e classificatório;

TERCEIRA FASE: constituída de: sindicância sobre a vida pregressa do candidato, de caráter eliminatório, de responsabilidade da DPE/RS;

exames de sanidade física, psiquiátrica e aptidão psicológica para o exercício do cargo de Defensor Público, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

entrevista, de caráter eliminatório exclusivamente na hipótese de não comparecimento, conforme artigo 34 da Resolução CSDPE nº 04/2020, de responsabilidade da DPE/RS, com apoio logístico do Cebraspe;

prova oral, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da DPE/RS, com apoio logístico do Cebraspe;

QUARTA FASE: constituída de prova de tribuna, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da DPE/RS, com apoio logístico do Cebraspe;

QUINTA FASE: constituída de avaliação de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade da DPE/RS, com apoio logístico do Cebraspe.

A prova objetiva será composta por 5 blocos, cada um deles terá 40 itens, totalizando 200 questões de certo ou errado, no estilo do Cebraspe. As disciplinas cobradas serão as seguintes:

Bloco I:

Bloco II:

  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Tributário

Bloco III:

  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito do Consumidor
  • Direito das Famílias

Bloco IV:

  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Direito das Execuções Penais
  • Criminologia

Bloco V:

  • Direitos Humanos
  • Direito da Criança e do Adolescente
  • Direito Institucional

A prova discursiva será composta por duas questões práticas, sendo uma peça processual e 4 questões discursivas. Já a prova oral versará sobre tema relacionado às áreas de conhecimento estabelecidas no edital.

Direito Penal

Direito Processual Penal

Direito Civil e Direito das

Famílias

Direito Processual Civil

Direito Constitucional

Direito Administrativo

Não perca tempo e prepare-se com mais entende do assunto! Venha fazer parte da família Método 4.2 de Revisão e acelere seu processo de aprovação!

O programa coaching do Método 4.2 de Revisão é ideal para otimizar os seus estudos. Ter um método de estudo é de crucial importância no seu processo de aprovação. E não pode ser qualquer técnica aleatória, o método precisa otimizar o seu tempo para que você possa ter um estudo de qualidade.

O coaching para concursos vai orientar você em como estudar e por onde estudar. A ideia é fazer o coachee estudar do modo certo e com qualidade. Por exemplo, você pode estudar tanto por PDF quanto por videoaula, o seu coach vai dizer a você como e quando fazer isso.

Um bom programa coaching é aquele que organiza e otimiza o tempo do cochee. E o Método 4.2 de Revisão trabalha dessa forma.

Método 4.2 de Revisão foi criado pelo coach Rafael Barbosa e é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2 de Revisão:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital!!!

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera e faça parte do programa coaching!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário