fbpx

O poder das questões

O poder das questões

Fala, galera! Vamos falar sobre o poder das questões no dia a dia dos estudos.

Costumo dizer que o bom concurseiro é aquele que “come questões com farinha”. Essa é uma frase que cabe bem para as pessoas que apreciam esse produto oriundo do processamento da mandioca, como o pessoal do Nordeste (me incluo nesse grupo!).

A razão para eu acreditar no que estou dizendo é uma só: estamos nos preparando para passar em uma prova objetiva. Nesse processo, nada será mais eficaz do que treinar questões objetivas. Note o poder das questões!

Como dizia Aristóteles, “É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer“. Você precisa praticar para alcançar o objetivo. Isso é em tudo na vida. Os atletas fazem isso sempre e você também é um atleta, só que o seu esporte não é físico, e sim, mental. Por isso, pratique à vontade!

Durante a preparação, dentro do Método 4.2 de Revisão, as questões assumem papel importante tanto nos momentos de teoria quanto nos momentos de revisão.

Nos dias de revisão, os exercícios servirão como ferramenta de fixação, apontando para o estudante o caminho que a banca costuma tomar sobre o assunto estudado. Nos dias de teoria, as questões se apresentarão como oportunidades de testar os conhecimentos aprendidos.

Dessa forma, quando estiver estudando, lembre-se sempre de fazer exercícios para fixar/testar o conteúdo. É muito importante associar teoria à prática.

É fazendo questões que você vai ficar mais preparado para a prova, pois irá notar se você está ou não dominando o conteúdo estudado. Por fim, é fazendo questões que você terá uma noção de como e em que quantidade o conteúdo é cobrado.

Pratique sempre, pois o poder das questões é enorme para a sua aprovação!

Abraços,

Rafael Barbosa.

Conheça o Método 4.2 de Revisão e baixe já uma das Planilhas Gratuitas que preparei pra vocês.

Faça parte da família 4.2 e otimize seus estudos! Clique no botão abaixo e deixe o seu nome na lista de espera.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário