fbpx

O poder da rotina

Fala, galera! Hoje estou aqui para falar com vocês a respeito do poder da rotina. Isso mesmo, criar rotina era pra ser algo simples, mas na verdade dá muito trabalho quando se trata de rotina de estudos.

Uma coisa é certa: você precisa ter o hábito de estudar se quiser mesmo ser aprovado. Mas o que fazer para ter hábito?

Algumas ações ou tarefas do dia a dia podem contribuir para aumentar seu desempenho nos estudos, já outras, só atrapalham. Ou seja, a sua rotina diária influencia demais nos seus estudos.

Quando começamos a estudar, criamos alguns “sonhos” em nossa mente, como:

  • Ter paz nos estudos (como se o mundo fosse parar);
  • Não ser chamado a resolver nenhum imprevisto (como se os problemas sumissem);
  • Bater as metas sempre completas e no prazo (como se você fosse um robô).

A paz que falo em relação aos estudos é você sentar, estudar e pronto. Mas todos nos sabemos que as coisas não são assim, ou não são para a maioria das pessoas, não é mesmo?

Imprevistos acontecem.

Além disso, você pode estar mais cansado que o normal, seu computador pode ter dado uma pane, alguém da família ficou doente, e por aí vai. Isso acaba prejudicando um pouco os seus estudos e consequentemente faz com que você atrase o seu planejamento diário ou semanal.

É fato que precisamos criar a nossa rotina de estudos, mas ela não precisa ser “quadradinha”, impecável.

Quando estamos iniciando os estudos, precisamos nos tornar seres adaptáveis. Na verdade, o correto aqui seria dizer: seres com habilidades para contornar os obstáculos que naturalmente surgirão no meio do caminho.

É incrível. Quando começamos a estudar, tudo parece atrapalhar. 

Por isso temos que “forçar” a nossa rotina. Depois que estudar vira hábito, dificilmente alguma coisa vai abalar a sua missão.

Anote aí: você precisa ser uma pessoa adaptável, transigente, com alto nível de “contornabilidade”…

Vamos dar alguns exemplos de obstáculos que devem ser contornados dentro da sua rotina de estudo… Sempre irão aparecer convites para festas, aniversários de família, mas você precisa seguir firme no seu propósito. Ser aprovado é o seu grande desejo, lembre-se disso.

Esses convites podem até diminuir com o tempo, mas não irão “sumir”, pois as pessoas mais próximas a você não estão contentes com o seu sumiço.

Por isso, eu oriento você a conversar com as pessoas mais próximas, explicar o que você está fazendo e qual o seu objetivo de vida. Quem gosta de você, irá compreender que isso é passageiro e tudo em breve irá passar. Depois de ser aprovado, tudo irá melhorar.

Tá vendo como coisas simples devem ser levadas a sério quando queremos mesmo estudar com qualidade? Por isso, você deve forçar a barra mesmo e entrar na rotina.

Mas não temos só obstáculos à criação da rotina no círculo social. Muitas vezes, criamos regras ou mitos que acabam dificultando os estudos (e nem percebemos).

Alguns mitos, como “ter que estudar de forma contínua”, como se a rotina exigisse “horário marcado”. Isso acaba prejudicando a nossa mente.

É aquele concurseiro que quer estudar 4 horas sem parar. Aquele que fica frustrado quando tem que interromper seus estudos por qualquer motivo.

Você também deve ser maleável nesse sentido. Principalmente se você também trabalha (a maioria dos concurseiros precisa trabalhar para pagar seus próprios boletos).

Aqui vai outra dica pra você conseguir criar mais rapidamente o hábito de estudar: aprenda a fragmentar seus estudos.

Foque na sua produtividade, independentemente de você estudar um pouquinho em cada turno do dia. Estudou, tá estudado!

Inclusive teremos dias que o estudo não irá render, que você não está concentrado ou que surge algum imprevisto urgente para resolver. Quando isso ocorrer, é melhor você descansar e recuperar no outro dia. Nesse caso, você fragmentará o estudo de um dia em dois dias. E tá resolvido!

A ideia de ter um rotina é criar o hábito de estudar e ser adaptável ao estudo. Mantendo a constância.

Entenda que o modelo “rotina perfeita” (com horários fixos) só vai te trazer estresse pra você. A família se estressa, pois tem que se virar para “não te atrapalhar”; o concurseiro vive ansioso, já que está o tempo todo preocupado se vai ou não conseguir estudar a carga horária do dia; e por aí vai…

Ainda dentro da ideia da fragmentação, tente, de preferência, estudar pelo menos um tempo no início do dia. É muito importante colocar o estudo logo no início do nosso dia. Dá até mais prazer tocar o restante do dia sabendo que você já cumpriu parte da sua meta.

E aqui vai a última dica deste artigo para você criar mais rapidamente a sua rotina: você precisa se conhecer.

Aprenda a identificar os melhores horários do dia em termos de foco e produtividade e coloque o estudo nesses espaços. Quando a gente passa a se conhecer como concurseiro e identifica qual o melhor horário para estudar, de acordo com o nosso relógio biológico, o entendimento (a fixação) tende a ficar mais fácil.

Enfim, para criar rotina, precisamos aprender a usar com mais qualidade todos os espaços de tempo que temos ao longo dos dias.

Se estiver em um dia ruim, que não consegue estudar, não se aborreça se não conseguiu estudar naquele horário, simplesmente realoque em outro horário no dia.

Por isso, volto a dizer, você precisar ser adaptável ao estudo. Assim, a sua produtividade irá aumentar e consequentemente você avançará mais nos estudos.

Se não conseguiu render bem durante a semana, use o fim de semana para compensar.

Quando eu era concurseiro, eu aproveitava os finais de semana para recuperar os estudos, afinal, nesses dois dias, a tendência é que o tempo para estudar seja maior.

Lembre-se que no início as coisas são sempre complicadas.

Durante o processo, tente criar recompensas diárias e semanais quando bater as metas. Os reforços positivos têm seu valor.

Mantenha os bons pensamentos e o desejo de ser aprovado vivo diariamente.

Trabalhe a sua mentalidade para um estudo de longo prazo. Para isso, você precisa ter força de vontade e criar a rotina de estudos sustentável, que mais se adapta ao seu dia a dia. Depois que a rotina é estabelecida, o céu é o limite.

Foque em criar o hábito de estudar e só pare quando se sentir orgulhoso do seu trabalho. Passar em concurso não é fácil, mas eu posso te garantir uma coisa, vale muito a pena cada hora de bunda na cadeira.

Para finalizar, deixo abaixo uma frase que tem tudo a ver com o que debatemos aqui:

“As cadeias do hábito são, em geral, pouco sólidas para serem sentidas, até que se tornem fortes demais para serem partidas”. [Samuel Johnson]

Simbora estudar!

Rafael Barbosa.

Conheça o Programa Coaching Método 4.2 de Revisão

Um bom programa coaching é aquele que organiza e otimiza o tempo do cochee. E o Método 4.2 de Revisão trabalha dessa forma.

Método 4.2 de Revisão foi criado pelo coach Rafael Barbosa e é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2 de Revisão:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital!!!

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Baixe agora nossos materiais gratuitos e comece a estudar agora mesmo!

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário