fbpx

Coaching para Residência Médica

Residência Médica

Coaching para Residência Médica

Bom dia, meus amigos (as)

Hoje vim aqui falar de uma área muito concorrida no mundo dos concursos. A residência médica.

Podemos dizer que muitos “alunos” querem se tornar residentes em algum hospital para conquistarem aquela estabilidade.

Vamos começar vendo alguns detalhes.

Estrutura, temas que caem e grau de dificuldade

Sua estrutura varia de instituição para instituição, mas geralmente ela é uma prova com duração de 4 a 6 horas. O conteúdo que cai na prova de residência médica costuma ser dividido igualmente entre as cinco grandes áreas da Medicina (20% para cada uma delas):

    Clínica Médica;

    Cirurgia Geral;

    Obstetrícia e Ginecologia;

    Pediatria; e

    Medicina Preventiva e Social.

Nem sempre fica clara essa divisão de 20% para cada grande área. Algumas questões são bastante interdisciplinares e esses limites ficam meio embaçados. Quanto ao nível de dificuldade, é comum que sejam definidas perguntas fáceis, intermediárias e difíceis, distribuídas ao longo da prova.

Lembrando que nem todas as residências são de acesso direto, isto é, acessíveis para o recém-formado em medicina. Certas residências exigem especialização anterior, como cardiologia, cirurgia pediátrica e endocrinologia. Nesses casos, as provas de residência para essas especialidades contam com pré-requisitos. Ou seja, a prova teórica contará com questões específicas sobre a área de atuação que deseja se especializar.

Tamanho da prova e tipos de questões.

Número de questões variável.

Algumas bancas cobram 100 questões, outras 80, ou até mesmo 160 questões.

Além disso, nem todas são baseadas apenas em questões de múltipla escolha. A USP-SP já há alguns anos possui uma parte discursiva na prova, com uma questão de cada grande área (e diversos subitens). Já a prova do SUS-BA, por exemplo, é composta inteirinha de questões discursivas!

Como é a prova de residência médica em sua segunda etapa?

Alguns processos seletivos são compostos apenas da avaliação teórica, como é o caso da maioria dos concursos no Rio de Janeiro, Minas Gerais, grande parte do Sul e do Nordeste. Ademais, alguns contam ainda com a etapa de análise curricular e entrevistas. No entanto, boa parte dos programas envolve um outro passo: a prova prática.

Essa fase avalia o candidato na posição de médico, em questões que variam de situações corriqueiras de ambulatório até as emergenciais num PS. É comum haver a divisão em “estações”, que variam de 3 a 10. Cada estação corresponde a uma área e inclui um caso clínico.

Nessas avaliações, é preciso realizar tarefas, como fazer anamnese, analisar e laudar exames, propor diagnósticos e tratamentos e até executar procedimentos. Os casos não costumam envolver nada mirabolante, mas tudo é observado — e conta pontos.

Agora vamos ver quanto tempo é necessário para ver todas as aulas do curso de residência médica.

Dentro de um curso completo para residência médica temos uma média de:

742 aulas em vídeos e PDF

Média de 12 páginas por aula e 19 minutos por vídeo

Total de páginas: 8904 páginas

Total de minutos: 14098, (235 horas)

Aluno com média de leitura de 15 páginas por hora: 594 horas + exercícios

Total de horas de estudo PDF + Vídeos: 829 horas

Estudando 4h30min por dia, daria 27 horas semanais (com revisão)

Estudando 4h30min por dia, daria 18 horas semanais (sem revisão)

Total de semanas necessárias: 46 semanas

Total de semanas necessárias (sem revisão): 32 semanas

Especialidades mais procuradas

Em 2018, o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (CREMESP) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgou quais eram as especialidades mais e menos procuradas.

As especialidades médicas mais procuradas:

1          Clínica Médica      11,2%

2          Pediatria      10,3%

3          Cirurgia Geral        8,9%

4          Ginecologia e Obstetrícia         8%

5          Anesteslologia       6%

6          Medicina do Trabalho    4,2%

7          Ortopedia e Traumatologia      4,1%

8          Cardiologia            4,1%

9          Oftalmologia          3,6%

10       Radiologia e Diagnóstico por Imagem        3,2%

Como vocês podem ver, as áreas de Clínica Médica, Pediatria e Cirurgia Geral são as áreas mais procuradas.

Bom, pessoal! Aqui foram algumas explicações a respeito dessa carreira.

Comece a estudar hoje mesmo para se tornar residente.

Abraço!

Rafael Barbosa.

Prepare-se com o time do Método 4.2!

Baixe nossas planilhas gratuitas e comece a estudar agora mesmo!

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome na lista de espera e faça parte do programa coaching!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário