fbpx

Síndrome da Mulher Maravilha

Síndrome da Mulher Maravilha

Síndrome da Mulher Maravilha existe? Sim.

Olá, pessoal! Vamos conversar hoje sobre aquela mulher que é mãe, trabalha fora e ainda estuda para concurso público. Muita coisa, não é? Pois é. Detalhe: tem muitas que fazem tudo isso em cima de um salto!

Essas supermulheres costumam levar uma vida assoberbada de tarefas, possuem dias exaustivos e sentem-se culpadas por, algumas vezes, não conseguirem dar o seu melhor. Se você está passando por isso, continue lendo esse artigo até o fim, pois você pode estar passando pela síndrome da Mulher Maravilha.

Você assume a postura da heroína que resolve todos os problemas que aparecem e salva o dia! Isso é incrível, não é? Mas imagine viver esse personagem todos os dias? Acordar às cinco da manhã, preparar a refeição de todos da casa, levar seus filhos para a escola, depois seguir ao trabalho e só sair dele no fim do dia, quando pega os filhos na escola integral. Ao chegar em casa, tem o banho dos pequenos, o jantar para fazer junto com o dever de casa das crianças e só depois tomar seu próprio banho para deitar na cam…ops, deitar nos livros!

Exaustivo! Se você está vivenciando isso e ainda se dispondo a resolver outras atividades, como ir à banco, médico, supermercado, farmácia etc., você está sentindo-se forçada a ser a própria Mulher Maravilha. E isso te custa muito caro! Custa sua sanidade, sua saúde física, emocional, suas relações pessoais e até a sua própria família! Antagônico, não é? Mas é verdade.

Tudo isso traz prejuízos para sua autoestima e você acaba mudando a sua visão de mundo, enxergando-o de forma negativa. E por quê? Simples. Isso ocorre porque a culpa entra como um complemento das sensações ruins, impulsionada pela busca eterna de perfeição e de autocobrança.

Vou logo te adiantar: esse ambiente estressor de super-heroína não vai contribuir para o seu processo de aprovação. “E por que não, Fernanda?” Porque você precisa de organização para otimizar o tempo; porque você precisa ser egoísta e arrumar um momento só para você estudar; porque você precisa reconhecer que não dá pra fazer tudo todos os dias e tudo bem.

Sei que não é tarefa fácil quando se tem filhos, falo isso porque sou mãe de dois. No entanto, posso te dizer que, apesar de difícil, é possível conseguir organizarmos nosso tempo, elencando aquilo que priorizamos no momento. No seu caso, que é uma mamãe maravilha concurseira, a sua aprovação no concurso dos seus sonhos.

Então, presta atenção nessas 5 dicas que vão ajudar você a sair da síndrome da mulher maravilha e começar a vislumbrar um universo em que ser concursada é possível!

1.Pare de usar armadura e mostre a mulher comum que você é.

Freud, o pai da Psicanálise, disse uma vez que “somos feitos de carne, mas temos de viver como se fossemos de ferro”. Essa frase faz todo o sentido nos dias de hoje, em que a mulher possui várias funções e atividades a serem resolvidas todas ao mesmo tempo.

Você acaba iludida sobre a sua capacidade de levar o mundo nas costas e termina se equivocando sobres suas prioridades. Tudo isso por conta da síndrome da Mulher Maravilha. Portanto, livre-se dessa armadura! Apareça e mostre-se como o ser humano que você é, igual a todo mundo, sem super poderes!

2.Pare com a autocobrança excessiva!

Depois de despir-se da armadura, é necessário parar de exigir perfeição de si mesma a todo o momento. Isso vai fazer você adoecer a sua mente e não é nada bom. Afinal você vai precisar muito dela para estudar e poder alcançar seu tão almejado cargo público.

É claro que você precisa de autocobrança no mundo dos concursos, mas é no mundo dos concursos, e não em todos os setores da sua vida. Você precisa dela para poder se manter firma estudando todos os dias. E, mesmo assim, nada de exagero! É só para cumprir a sua rotina de estudo e ir avançando aos poucos na sua jornada.

3.Deixe claro para você a sua prioridade no momento.

Se você disse a si mesma que quer mudar de vida e viu essa solução em um cargo público, então isso é a sua prioridade. “Mas e meus filhos, Fernanda?” Seus filhos vão ter uma vida melhor e uma mãe muito mais feliz e presente depois da sua posse. Estudar para concurso não é abdicar de ser mãe, é dividir o tempo entre os pequenos e os livros. E isso não tem nada de mais.

Portanto, se você escolheu que vai estudar todos os dias das 20h às 23h, faça isso, mesmo que seu filho queira brincar com você. Explique a ele sobre o seu horário, sobre a hora de brincar com ele sobre como a vida de todos vai ficar melhor. A crianças entendem quando conversamos com elas.

4.Organize o seu tempo.

Organizar o tempo pode parecer simples no mundo das ideias, mas na prática é algo difícil de fazer no início. Entretanto, depois de tudo organizado, você se adapta à nova rotina e as coisas começam a fluir sem maiores problemas.

Abdicada da armadura e dos poderes da Mulher Maravilha, você passa a ser uma mortal que precisa ter o dia todo organizado para seus estudos terem êxito. Portanto, estabeleça o tempo de estudo que você possa cumprir sempre, quando não houver contratempo. Feito isso, é hora de organizar o tempo para sua família. Separe os fins de semana para curtir a família, por exemplo.

Durante a semana organize-se para levar os filhos à escola, delegar funções a alguém para coisas que você não puder resolver naquele momento, procure resolver os problemas do dia a dia na hora do intervalo do seu almoço etc. Crie estratégias para melhorar seu tempo, visando ter êxito nos estudos.

5.Organize os seus estudos.

Depois de livrar-se da síndrome da Mulher Maravilha, é hora de organizar os seus estudos. Afinal, estudar sem organização sistemática e sem técnica vai fazer você andar em círculos, sem chegar a lugar nenhum.

Por exemplo, você precisa organizar quantas disciplinas você vai dar conta de estudar durante a semana, quantas horas vai disponibilizar para cada uma, quais os dias de revisão, analisar as disciplinas que você não está rendendo etc.

É muita coisa, mas estou aqui para te ajudar! Se, por exemplo, você dispõe de 3 horas diárias de estudo, alterne entre duas disciplinas, com uma hora e meia para cada uma. Isso vai ajudar na dinâmica do estudo, sem deixar seu cérebro entediado em apenas uma disciplina por muito tempo.

Além disso, procure sempre fazer questões dentro dessa uma hora e meia para cada disciplina, isso vai ajudar a fixar o conteúdo. No Método 4.2, por exemplo, nós trabalhamos com o tripé da aprovação: teoria – questão – revisão. É muito importante você ter um método ou técnica de estudo, pois você vai conseguir organizar e otimizar o seu processo de aprovação.

O Método

O Método 4.2 foi criado pelo coach Rafael Barbosa e é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital.

Conheça o programa de coaching do Método 4.2

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Abraços,

Fernanda Barbosa.

Para receber dicas diárias do mundo dos concursos, siga o instagram do Método 4.2 e siga rumo a sua aprovação!

Clique no botão abaixo para entrar na lista de espera da família que mais cresce no Brasil!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário