fbpx

Por que não devemos olhar demais “o tamanho” da montanha que devemos subir?

Tempo presente

Fala, galera! Vamos conversar um pouco sobre focar seu tempo no presente. Pode parecer óbvio, mas tem muito concurseiro que se apega tanto com o que está pela frente, com o que vai enfrentar etc., que acaba esquecendo do principal que é o aqui e agora.

Focar o tempo no presente é fundamental nessa empreitada do mundo dos concursos. Afinal você precisa de concentração na hora de estudar, não dá pra fica divagando com o medo do futuro e deixar os estudos de lado.

Tem gente que pega o conteúdo programático para estudar e no lugar de ficar feliz com as marcações dos assuntos já estudados, fica angustiado com a quantidade que ainda falta estudar para bater o edital. E isso não ajuda em nada.

Você é uma dessas pessoas?

Já contou quantos assuntos tem o seu edital? E a quantidade de páginas que tem cada uma das aulas que você tem que ler, você sabe? E quantas aulas têm em cada curso, já contou?

Se não contou, deixe isso pra lá. Se contou, saia dessa! Não é assim que você vai otimizar o seu tempo de estudo e ser aprovado no certame dos seus sonhos! Ficar contando essas coisas só vai te assustar e trazer angústia, desestimulando você a chegar aonde quer.

Foque no tempo presente. Lembre-se sempre disso. É claro que é importante saber o que te espera, mas ficar só pensando nisso pode acabar gerando ainda mais ansiedade. Além disso, como você está sempre olhando “pra cima”, pode acabar dando passos errados.

Vou te dar um exemplo: pense em um alpinista que vai subir o Everest. Ele sabe que é alto, multo alto. Sabe também que o trajeto é longo e demorado. Mas ele precisa focar no “agora”, em cada passo que ele vai dar. Na sua alimentação, nos momentos de descanso, etc.

Depois de feito o planejamento e escolhida a rota, ele tem que se concentrar na subida. Definida a meta maior (chegar ao topo), todas as energias devem ser concentradas na execução, passo a passo, para que ele possa escalar o monte da melhor forma. Sacou?

É assim, portanto, que você deve agir durante os estudos, como o alpinista. Quando você definir a área e o cargo desejado, o foco tem que estar na ação, dia após dia. Nada de parar o estudo para “contemplar” o edital, ficar contando páginas e quantidades de aulas que ainda faltam ser lidas ou assistidas, pois o foco precisa estar no tempo presente.

Preocupe-se, então, com a sua velocidade de leitura, em quantos minutos você faz uma questão e quantos assuntos você concluiu na última meta (como denominamos os ciclos no Método 4.2).

São esses os indicadores que vão te levar à alta performance. E é a alta performance que vai fazer você conseguir ser aprovado. E não é olhando “pra cima” que vai fazer você chegar lá, mas a concentração em cada passo dado para alcançar o topo.

Foque no aqui e agora, no tempo presente, como o nosso alpinista do monte Everest, e otimize seu processo de aprovação!

Abraços,

Rafael Barbosa.

Conheça o Método 4.2 de Revisão e baixe já uma das Planilhas Gratuitas que preparei pra vocês.

Faça parte da família 4.2 e otimize seus estudos! Clique no botão abaixo e deixe o seu nome na lista de espera.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário