fbpx

Como passei em 5 concursos fazendo faculdade

Fala, galera! Vamos conversar um pouco sobre como eu passei em 5 concursos fazendo faculdade. Eu sei que muitas pessoas afirmam que não dá para estudar para concurso e se dedicar na faculdade ao mesmo tempo. Estou aqui para contradizer essa tese.

Você não precisa terminar a sua faculdade para pensar em concurso público.

Se você quer ser servidor público, logo no início da faculdade, fique atento às áreas que o curso que você está fazendo pode te oferecer no setor público.

Eu, por exemplo, sou formado em Ciências Contábeis pela Universidade de Brasília e já ficava antenado nas áreas em que poderia trabalhar. Eu poderia ir ao Senado, ao Tribunal de Contas, setor Federal etc.

A partir disso eu ia estudando as disciplinas que eram cobradas nesses cargos. Foi nessa pegada que passei em cinco concursos de níveis superior antes de colar grau na universidade. E, claro, fiz isso já utilizando o meu método, o Método 4.2 de Revisão.

Como isso aconteceu? Bom, na época de universitário eu era Sargento do Exército, concurso que fiz aos 17 anos. Quando estava no quartel almejava ter uma profissão melhor, foi aí que me dei conta que ser Auditor Fiscal seria uma boa. Por isso optei em cursar Ciências Contábeis.

Então, entrei na faculdade já sabendo o que queria. Mas não estudei logo de cara para concurso, em vez disso, fui curtir um pouco a vida de liso que todo bom universitário tem. Lá para o sexto período, com a proximidade de conclusão do curso, foquei em estudar para ter uma vida financeira melhor.

Quem pode o mais, pode o menos.

Como eu já sabia que queria ser auditor, peguei o edital do Tribunal de Contas da União, um edital muito extenso e complexo, e elenquei as principais disciplinas que seriam cobradas em qualquer concurso que eu fizesse na área contábil, por exemplo:

  • Português
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Informática
  • Administração Financeira Orçamentária
  • Administração Geral e Pública
  • Contabilidade Geral
  • Contabilidade Pública

Quando você se prepara visando um cargo difícil (Auditor Fiscal) e com um longo edital, você começa a passar em concursos menores. Por isso que eu sempre digo que quem pode o mais, pode o menos. E foi com essa pegada que passei em cinco concursos com cinco meses de preparação.

A história foi assim: com cinco meses de preparação durante a faculdade, abriram três cargos em Pernambuco (sou pernambucano) para a minha área e as provas seriam no mesmo fim de semana: uma no sábado de manhã, uma no domingo de manhã e a outra no domingo à tarde. Na dúvida, eu me inscrevi nos três e passei dois. O que eu não fui nomeado, eu levei a rasteira na prova de redação.

Enquanto não assumia nenhum dos cargos, continuei estudando e dois meses depois abriu o concurso para a Defensoria Pública da União, para o cargo de contador. Estudando as oito disciplinas base, pelo Método 4.2 de Revisão, passei também na DPU e fui nomeado no mesmo ano, em 2010.

Depois abriu concurso no Ministério do Turismo, passei em primeiro lugar, também, em 2010. E como tudo isso foi possível? Eu estava estudando as mesmas disciplinas comuns entre esses concursos, não tinha muita coisa diferente de uma prova para a outra. O que mudava era a banca.

Então, pense. A banca trazia as diferenças entre um certame e outro, para minimizar essas disparidades eu fazia muitas questões. Treinava muito mesmo, aliando teoria e questões sempre.

Por fim, ainda no ano de 2010, no mês de novembro, abriu vaga no TRT-RN para o cargo de Analista Judiciário. Até então, nunca havia feito concurso na área trabalhista, mas consegui passar. Como sou pernambucano, a cidade de Natal ficava muito mais perto da minha terrinha do que Brasília. Vibrei demais essa conquista e fui nomeado em julho de 2011. Passei em terceiro lugar.

Durante esse período, fiz muitas questões e estudei por material em PDF. Nunca fiz resumo, nunca fui a nenhuma aula presencial, para mim é perda de tempo. Aí está a história de como passei em 5 concursos fazendo faculdade. Então, nobre colega, se eu consegui essa façanha; você também consegue!

Conheça o Método 4.2 de Revisão e baixe já uma das Planilhas Gratuitas que preparei pra vocês.

Gostou do texto? Siga-me também no Instagram e receba dicas e postagens diárias.

Abraços,

Rafael Barbosa.

Só se pode alcançar um grande êxito quando nos mantemos fiéis a nós mesmos.

Friedrich Nietzsche

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário