fbpx

PLANEJAMENTO BÁSICO PARA ÁREA FISCAL

Concurso Área fiscal

Bom dia, boa tarde, boa noite, meus amigos. Estou aqui, mais uma vez, para falar sobre a melhor área de todas (na minha opinião rsrsrs). É isso mesmo, vamos falar da área fiscal.

No brasil, temos 5.570 municípios, 26 estados mais o Distrito Federal.

Ou seja, até aqui, levando em consideração que todos os entes federativos têm suas respectivas secretarias de fazenda/finanças, são 5.597 oportunidades. Ah, lembrando que ainda temos a nossa famosa Receita Federal do Brasil. Ponha mais uma na conta! Então, oportunidade não te faltará.

Bom, claro que as melhores oportunidades são os fiscos Estaduais e na Receita Federal. Mas os principais munícipios de cada Estado, contando com as capitais, tem vencimentos bastante atrativos também.

Só aqui, podemos listar as oportunidades que com certeza pagam bem, com aposentadorias que alcançam o teto constitucional:

1 fisco federal

1 fisco distrital

26 fiscos estaduais

26 municípios (capitais)

Ao todo, são 54 oportunidades que te pagam muito bem.

Mas ainda podemos destacar alguns outros fiscos que possuem salários atrativos, como o ISS Paulínia, Guarulhos, Criciúma, Itajaí, Petrolina, Niterói, Campinas, Campina Grande, entre outros.

Eu diria que temos mais de 200 bons concursos no Brasil na área fiscal em municípios que não são capitais.

Se em cada estado tivemos 8 grandes cidades, não incluindo as capitais, já são mais do que isso.

Bom, sabendo que existem tantas oportunidades assim, nem preciso falar mais muita coisa pra te convencer, né?

Abaixo, eu irei trazer para você as disciplinas que foram cobradas em três concursos de cada “esfera” (federal, estadual e municipal), quais sejam: Receita Federal, SEFAZ-ES e ISS Aracaju.

Aqui, temos as principais disciplinas que compõem o núcleo duro da área fiscal.

SEFAZ-ESISS ARACAJURECEITA FEDERAL
LÍNGUA PORTUGUESALÍNGUA PORTUGUESALÍNGUA PORTUGUESA
AUDITORIA TRIBUTÁRIAAUDITORIA GERALAUDITORIA
DIREITO ADMINISTRATIVODIREITO ADMINISTRATIVODIREITO ADMINISTRATIVO
DIREITO CONSTITUCIONALDIREITO CONSTITUCIONALDIREITO CONSTITUCIONAL
DIREITO TRIBUTÁRIODIREITO TRIBUTÁRIODIREITO TRIBUTÁRIO
CONTABILIDADE GERAL E AVANÇADACONTABILIDADE GERALCONTABILIDADE GERAL E AVANÇADA
LEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIALEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIALEGISLAÇÃO TRIBUTÁRIA
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃOINFORMÁTICA/ANÁLISEESPANHOL OU INGLÊS
DIREITO EMPRESARIALDIREITO EMPRESARIALADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA
DIREITO CIVILDIREITO CIVILCOMÉRCIO INTERNACIONAL
DIREITO PENALDIREITO PENALLEGISLAÇÃO ADUANEIRA
RACIOCÍNIO LÓGICOESTATÍSTICA BÁSICARACIOCÍNIO LÓGICO
MAT FINANCEIRAMAT FINANCEIRA 
CONTABILIDADE DE CUSTOSAFO 

Como vocês podem ver, temos 7 disciplinas que são cobradas em todos os concursos, são elas:

  • Língua Portuguesa
  • Auditoria
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Tributária
  • Contabilidade Geral
  • Legislação Tributária

Mas o que isso quer dizer? Quer dizer que se você pretende estudar para a área fiscal, mas não sabe qual esfera prefere, você deve começar por essas matérias. Depois de escolhida a esfera, você vai seguindo com as demais matérias que compõem o rol de disciplinas da área.

Claro que, às vezes, algumas bancas, cobras matérias diferentes, como na prova da SEFAZ-CE, que foi abordado várias disciplinas não comuns para a área. Mas mesmo assim, se você dominar as matérias que temos aqui, já começará na frente da maioria dos concurseiros.

Se você quiser estudar para A Receita Federal, basta incluir as disciplinas “ESPECÍFICAS”, como Legislação Aduaneira, Comércio Internacional, administração Geral e Pública, RLM e Inglês ou espanhol.

Se for para a área estadual ou municipal, as disciplinas de TI, Empresarial, Civil, Penal, Estatística, Matemática Financeira, Custos e AFO.

Estudando essas sete “matérias base”, você ainda pode aproveitar e fazer vários outros concursos, como para os tribunais eleitorais e judiciários.

Sem contar com a conciliação com a área de controle, mas eu prefiro não falar sobre isso agora.

Os concursos da área fiscal estadual e da Receita Federal possuem salários de R$ 10.000,00 a R$ 25.000,00. Em alguns casos, as remunerações ultrapassam os 30 mil, pois existem vários tipos de gratificações, auxílios e “regalias”.

Nos fiscos municipais, as remunerações podem ser um pouco “menores”, mas muitas vezes, temos cidades que pagam mais que o próprio fisco estadual, como é o caso do ISS-SP, que paga mais que a SEFAZ-SP e o ISS-RECIFE, que paga mais que a SEFAZ-PE.

Bom pessoal, essas seriam algumas informações relevantes a respeito dessa área que é uma das melhores ou se não, a melhor do país.

Para te ajudar a alcançar a sua aprovação, criei uma planilha gratuita exclusiva com as disciplinas do Planejamento Básico da Área Fiscal.

É só clicar, baixar e começar a estudar agora mesmo.

Ah, não deixe de conhecer o nosso programa de coaching. Individual de verdade. Clique no link abaixo, conheça e entre na nossa lista de espera.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário