fbpx

9 rotinas para ter constância nos estudos

Constância nos estudos

Fala, galera! Vamos conversar hoje sobre como ter constância nos estudos. A vida de concurseiro exige muito do estudante, tornando-se uma tarefa árdua e, muitas vezes, enfadonha. Com isso, o concurseiro acaba se perdendo no meio do processo.

Sei muito bem que nem sempre é fácil manter a rotina de concurseiro, por isso trouxe para você 9 dicas de ouro para você estudar com mais segurança. Anota aí tudo direitinho para depois sentar na cadeira e meter broca nos estudos!

1.Não exagere na carga horária partida. Pense no longo prazo, seu estudo deve ser sustentável.

É importante manter sua carga horária dentro de uma rotina, com local e hora para estudar. Às vezes o concurseiro não consegue estudar um turno de 3horas seguidas, por exemplo, e divide o tempo entre manhã e noite.

Isso ajuda sim a bater a meta do dia, masse você partir demais seu horário de estudo, você pode ficar meio perdido no meio do processo, não retendo muito do conteúdo estudado. Por isso é bom ficar de olho na organização do seu tempo de estudo.

2.Foque em uma área que tenha mais estabilidade de matérias.

É comum um concurseiro iniciante sair estudando tudo que aparecer e fazendo um monte de concurso, torcendo para passar em qualquer um deles. Isso é um erro.

Como sempre digo, escolha uma área antes de iniciar sua vida de concurseiro. Área jurídica, carreira policial, área fiscal etc. É importante definir isso para você começar a estudar.

Procure uma área em que as disciplinas cobradas tenham estabilidade entre um concurso e outro, com isso você consegue dar conta das matérias entre um concurso e outro, aumentando a sua chance de ser aprovado.

3.Fragmente seu estudo. Você não precisa estudar de forma ininterrupta.

Estudar dá muito trabalho. O seu corpo cansa e o seu cérebro também. Portanto precisamos ajudar o nosso organismo para que ele trabalhe visando nosso bem-estar.

Por isso é importante fragmentar o seu estudo. Não estude uma disciplina por 3 horas direto, por exemplo. Estude duas disciplinas, uma hora e meia cada uma, dando um intervalo de 5 a 10 minutos para o seu cérebro poder recomeçar, assim como seu corpo.

No intervalo entre cada disciplina levante da cadeira, se estique um pouco, beba uma água e depois volte. Mas nada de celular nesse tempo, viu? Ele é um ladrão de tempo.

4.Se não deu pra cumprir a meta do dia, paciência. O domingo está aí para isso.

Talvez você se depare com situações imprevistas e urgentes para ser resolvidas, atrapalhando a rotina dos seus estudos, seja uma da ao médico ou algum problema familiar etc. Não se desespere.

Jogue para o domingo aquilo que você não conseguiu estudar. Tire a manhã do domingo para isso, deixando a tarde de folga. É importante que você descanse para recomeçar a semana de estudos.

5.Comece com as disciplinas mais básicas, que têm alta probabilidade de cair em qualquer prova da área.

A pergunta que sempre me fazem é sobre por qual disciplina começar. É normal diante de tanta matéria o estudante não saber qual caminho seguir. Eu digo que comece com as mais básicas, aquelas que em todo concurso ela é cobrada.

A disciplina de Português, por exemplo, é cobrada em praticamente todas as áreas, assim como noções de Direito Administrativo etc.

Defina a sua área e veja quais disciplinas sempre são cobradas. Depois meta bronca estudando.

6.Faça amor, não faça resumos.

Um erro que todo concurseiro comete é sair fazendo resumo de tudo que estudou para poder revisar depois. Não faça isso.

Estude e reestude sem resumo ou grifos. Você não sabe o que a banca vai cobrar de determinada disciplina. O seu resumo vai ficar pobre, pois não contempla todo o assunto.

O risco de uma informação importante ficar de fora no seu resumo é grande. Se quer estudar por resumos para complementar um conteúdo difícil, pegue de um professor. Ele tem a noção do que pode ou não cair na prova, você não.

7.Evite pausar os estudos além do dia da sua folga. Concurseiro não tem férias.

É importante manter a constância nos estudos. Você precisa seguir a rotina da sua labuta, respeitando os dias e os horários. Se você estuda de segunda a sexta, das sete da noite às dez, e na manhã dos sábados, faça de tudo honrar esse compromisso.

Se você começar a desrespeitar seu cronograma de estudos, a chance de você se desmotivar será grande.

Você tem o restante do sábado e todo o domingo de folga. Use-os, não queira folgar durante a semana para não se atrapalhar todo lá na frente.

8.Tente estudar alguma disciplina da sua meta já no início do dia. A prioridade sempre vem primeiro.

Tente estudar logo pela manhã alguma disciplina para se acostumar que sua prioridade são estudos. Se você acorda às seis horas da manhã para trabalhar, tente acordar às cinco e meia para iniciar uma matéria. Pode até ser algumas questões para você praticar.

A ideia é você realmente sentir que sua prioridade é estudar e mudar de vida.

9.Evite dividir seus planos com outras pessoas, assim você evita interferências e críticas que possam te colocar pra baixo.

Não saia por aí espalhando que você está estudando para concurso. Não interessa a ninguém, só a você mesmo. Tem muita gente que não torce por você, fique esperto.

Tem gente que tem o dom de colocar o outro pra baixo. No mundo dos concursos mesmo tem um monte. É um tal de “Já faz muito tempo que estuda e não passa”, ou então “Concurso é muito difícil, é melhor desistir”.

Evite estar ouvindo essas lorotas, estude sozinho, na sua, seguindo sua rotina e tendo constância nos estudos. Pode crer que a aprovação vem!

Abraços,

Rafael Barbosa.

Conheça o Programa Coaching Método 4.2 de Revisão

Um bom programa coaching é aquele que organiza e otimiza o tempo do cochee. E o Método 4.2 de Revisão trabalha dessa forma.

Método 4.2 de Revisão foi criado pelo coach Rafael Barbosa e é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2 de Revisão:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital!!!

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Baixe agora nossos materiais gratuitos e comece a estudar agora mesmo!

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário