fbpx

Depois dessas 7 dicas, seu estudo vai decolar!

Estudar em casa com qualidade

Fala, galera! Hoje vou apresentar 7 dicas para estudar em casa com qualidade! Simbora!

Desde que o mundo é mundo o número 7 está sempre nos rodeando. Ele está na Bíblia, na mitologia, no misticismo. E muita gente vive afirmando por aí que Deus criou o mundo em sete dias, e nem foi. Ele agiu ainda mais rápido, em seis dias o mundo foi criado, o sétimo foi o dia de descanso.

E por que esse número abençoado não pode também fazer parte dos nossos estudos? Seguindo essa linha da sorte, trago 7 dicas para você sobre como estudar em casa com qualidade.

O meu lar (e olhe que tive muitos) sempre foi o meu lugar preferido e estratégico para estudar, mas tive que criar algumas regras para poder dar conta de toda a demanda. Como o meu propósito aqui é ajudar você, vou te dar sete dicas infalíveis para facilitar sua vida durante essa jornada. Anote aí!

1. Escolha um lugar específico para estudar

Não precisa ter um cômodo da casa apenas para você estudar, se tiver, melhor ainda, mas caso não tenha, não tem problema. Eu mesmo não tinha um quarto de estudo, mas tinha sempre um cantinho que eu ocupava para estudar com constância.

Dessa forma, escolha um canto da casa que você mora que sirva para você, aquele que você ache mais confortável, ou menos barulhento etc. Pode ser a sala, a cozinha, o terraço…eu passei um tempo estudando em uma tábua de passar, era a minha tábua, era o meu lugar. Então, qualquer lugar serve, desde que ele seja “o seu lugar de estudar”.

É importante ter um lugar fixo para estudar, é como se você tivesse se disciplinando, entrando na rotina. Todas as vezes que você for se dirigir para o lugar escolhido, seu cérebro vai relacionar o espaço com o hábito do estudo, fazendo você estudar com mais tranquilidade. Por exemplo, escolha sempre a mesma cadeira da sala, se este for o seu ambiente de estudo.

Mas é claro, você tem que se ajudar. Quando estiver nesse local sagrado, nada de fazer ligações ao telefone, navegar a esmo na internet, resolver problemas domésticos, nada disso. Sentou naquele local, estude! Só assim você vai conseguir criar o ambiente ideal para desenvolver o raciocínio, manter a concentração, enfim, estudar.

2. Não saia gritando para o mundo que você estuda para concurso

Não fale para ninguém que você está estudando, quanto menos pessoas souberem, melhor. Fale apenas para os mais próximos, para seus pais, namorado ou namorada. A ideia é conseguir estudar em casa com qualidade, não esqueça disso!

A ideia aqui é fugir de certas responsabilidades descabidas, como o dever de dar satisfação sempre que você tiver feito uma prova. O que é comum, já que a maioria das pessoas não consegue conter a curiosidade, aí nem espera o gabarito sair e já quer saber quando será a posse.

Outro ponto importante é que a discrição acaba te ajudando a evitar que algumas pessoas inconvenientes te atrapalhem quando você estiver na hora dos estudos. Pode ter certeza, sempre tem alguém que, sabendo que você está em casa, vai aparecer para te incomodar, seja para pedir um favor, para te chamar para sair, etc. É como se você estivesse ali de bobeira, sem nada pra fazer. Como se você fosse um desocupado.

Portanto, mantenha seus estudos com menos interferência possível, se você sair divulgando para os quatro cantos do mundo que você está em casa estudando, vai aparecer um monte de gente carente na sua porta, atrás da sua companhia. Lembre-se, durante essa jornada, é importante focar 100%.

3. Fique longe, mais muito longe mesmo, do celular

Eu sei, pode parecer difícil (para algumas pessoas eu diria até mesmo impossível), mas é apenas uma questão de hábito.

Os celulares “de hoje” atrapalham muito na hora da concentração, são muitas mensagens que chegam ao aparelho e não tem quem não fique curioso para saber quem escreveu o quê. Além disso, tem as redes sociais, verdadeiras assassinas de produtividade. O smartphone é, sem dúvida, um dos maiores inimigos do concurseiro. Por isso, vocês precisam racionalizar os usos desse aparelho.

Na hora sagrada dos estudos, coloque esse aparelho em outro cômodo, desative a internet, deixe-o no modo avião, configure-o para receber apenas chamadas urgentes. Com tantos recursos on-line nos smartphones, receber ligação de alguém vale mais do que ganhar uma barra de ouro do Sílvio Santos. Então, pode ter certeza que só vão te ligar se for algo muito importante mesmo.

Isso vai culminar para que você consiga estudar em casa com qualidade. Desativando as funções inteligentes do seu aparelho, você fica fora do mundo, aí você vai poder estudar com muito mais afinco e tranquilidade. Faça isso e você vai ver como isso vai ajudar a sua vida!

4. Defina a hora exata para estudar

Estudar requer rotina, nunca se esqueça disso. Não é porque você passa o dia inteiro em casa, por exemplo, que vai escolher estudar a tarde um dia e a noite no outro, de forma aleatória. Especifique um turno, as horas dedicadas exclusivamente aos estudos e cumpra seu horário.

Não adapte o estudo ao seu dia, adapte seu dia ao estudo. Você precisa fazer as atividades rotineiras sem atrapalhar os estudos, respeitando sempre o horário da labuta acadêmica.  Isso pode até parecer óbvio, mas tem muita gente que faz tudo isso de forma contrária. Compromissos médicos, bancários, etc., tudo isso deve ser feito nas horas livres, cumprindo regularmente o momento do estudo.

É como se você tivesse um trabalho comum, numa empresa. Onde você teria horário de entrada e saída, regras éticas e de comportamento, responsabilidades. A definição de horários fixos te ajudará a prever o “dia seguinte” (previsibilidade), que será fundamental para que você consiga estimar a data de cumprimento das suas metas de estudo, isso tudo te ajudará a conter a ansiedade.

5. Mantenha contato com outros concurseiros

Nas horas livres, vá nas redes sociais ou em plataformas de vídeo para acompanhar pessoas que estão nessa vibe de concurso. Pode ser um vídeo de um professor que você admira, de algum concurseiro que está na mesma que você, e por aí vai. Mas sempre vídeos curtos de, no máximo, dez minutos. Faça isso no seu horário de folga.

É como se você tivesse respirando depois de ter dado algumas braçadas em uma piscina. É o fôlego que você precisa para nadar mais um pouco. Além disso, essa observação serve como uma espécie de modelagem de pessoas que já alcançaram o mesmo objetivo/alvo que você almeja. Procure se inspirar em algumas pessoas que já chegaram lá. Se possível, identifique e ponha em prática algumas das ações que eles tomaram para conseguir a aprovação.

6. Afaste-se das redes sociais no horário comercial (8h às 18h)

Essa regra tem alguma relação com a terceira regra, mas é mais abrangente. Isso porque a intenção aqui é te afastar das redes sociais em qualquer plataforma, nesses horários ditos “comerciais”, mas que eu quero que você entenda como sendo “aquele horário que você deveria usar para os estudos”.

Sendo assim, estabeleça horários para jogar tempo fora. Por exemplo, acesse as redes quando você acordar e/ou antes de dormir. Evite acessar esse tipo de conteúdo no meio dos estudos. Rede social é algo que consome demais o nosso tempo.

Às vezes, no meio dos estudos, você dá uma pausa para beber água ou ir ao banheiro e resolve dar uma olhada no instagram (erro mortal). Nessa hora, o concurseiro diz a ele mesmo “vou olhar só cinco minutos”, quando percebe, passou meia hora. É como se abrissem um portal no tempo, capaz de desfiar totalmente o foco do concurseiro, tirando-o do caminho correto.

Pausa para beber água ou ir ao banheiro não é pra ser usado como “momento de relaxamento”, seja cauteloso. Se você relaxar demais nesse tempinho, pode perder um tempão até voltar à concentração. É como no dia da prova, use esse tempo apenas para fazer o que precisa ser feito. Deixe o corpo agir para resolver o problema e mantenha a mente lá nos seus PDFs.

7. Faça um planejamento semanal de estudo

Toda semana, elenque as disciplinas a serem estudadas na semana seguinte, os conteúdos a serem vistos e as quantidades de questões a serem resolvidas. É por isso que é tão importante criar os seus ciclos de estudou ou metas semanais.

Não deixe que qualquer imprevisto durante a semana faça você alterar o curso dos seus estudos. Fazendo um plano de estudos semanal, você já começa a semana sabendo exatamente o que é e o que não é prioridade. Assim, definindo logo a prioridade (estudar), você pode alocar as demais atividades da semana sem prejudicar o andamento dos estudos.

Registre-se que eu estou falando aqui de horário disponível, ok? O seu horário de trabalho, por exemplo, não tem como ser alterado (na maioria das vezes). Dessa forma, este horário está disponível pra você, já que é do seu emprego que você tirar a grana que precisa para se sustentar. Se você “só” estuda, tente tratar os seus horários de estudo como se trabalho fosse.

Fuja do improviso. Não faça planejamento diário, não vai funcionar. Você acabará perdendo muito tempo se tiver que todo dia parar para planeja o dia seguinte. Planejar os estudos semanalmente é o ideal. Dessa forma, use o sábado ou o domingo para fazer isso. Lembre-se do número 7, sete dias para o seu ciclo, sendo seis dias de estudo e um para descansar e planeja a semana seguinte. Deus pode ter um dia inteiro de descanso, você, não.

Aplique todas essas regras de como estudar em casa com qualidade e otimize seus estudos!

Abraços,

Rafael Barbosa.

Faça parte da família 4.2 e otimize seus estudos! Clique no botão abaixo e deixe o seu nome na lista de espera.

Conheça o Método 4.2 de Revisão e baixe já uma das Planilhas Gratuitas que preparei pra vocês.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário