fbpx

11 passos para ser mais produtivo nos estudos

Estudar

Fala, galera! Se você tem pouco tempo livre para estudar, esse artigo é para você! Sei bem como é entrar no mundo dos concursos com pouco tempo livre para se dedicar aos estudos. Eu sempre trabalhei e estudei, não foi fácil, mas com organização a gente consegue.

A ideia que você precisa ter em mente é que o que vale é a qualidade do estudo e não a quantidade. Se você tem pouco tempo, como eu tinha, mas consegue ser produtivo, você está no caminho certo.

E como fazer isso? Vem comigo nesse artigo que vou apresentar para você os 11 passos para ser mais produtivo nos estudos.

1. Foco no longo prazo.

Não adianta ser afobado. Não caia nessa de aprovação expressa, expresso é só o café mesmo. Quem entra para a turma dos concurseiros precisa saber que vai passar, no mínimo, dois anos estudando para conseguir a aprovação.

Em dois anos estudando com qualidade você vai passar a ser competitivo, já vai ter batido o edital mais de uma vez e já vai ter incrementado as disciplinas necessárias para o concurso que você almeja.

Você vai mirar no concurso grande, como, por exemplo, no meu caso que decidi ser Auditor Fiscal. Daí você vai estudar pelo edital desse concurso maior e vai fazendo concursos menores no caminho.

Com o tempo você vai passando nesses concursos menores até conseguir passar no concurso dos seus sonhos. É como diz o ditado: quem pode o mais, pode o menos.

Tenha paciência e foque no longo prazo que você vai chegar lá.

2. Evitar ficar mudando de área.

É muito importante, assim que você decidir estudar paca concurso, escolher área que você almeja. Você precisa fazer esse crivo logo de início, se você vai querer área fiscal, jurídica, policial etc.

Concursos da mesma área possuem disciplinas parecidas, facilitando a sua vida no processo de aprovação.

Se você reprova em um concurso da área jurídica, por exemplo, e já desistir da área, partindo para outra, você vai complicar muito a sua vida.

Ficar mudando de área vai fazer você começar sempre do zero, eliminando a chance de você ficar competitivo em dois anos.

Não fique mudando de área. Escolha uma e vá com tudo nos estudos.

3. Controle tudo o que você estuda.

Você precisa ser organizado para ser produtivo. Dessa forma, marque todo o conteúdo estudado para não ficar perdido em meio de todo assunto.

Vá pintando, por exemplo, no word todos os tópicos já estudados de cada disciplina do edital, mantendo uma organização.

4. Confie no seu estudo.

Às vezes bate a insegurança se estamos conseguindo realmente reter todo o conteúdo estudado, se estamos fazendo tudo certo etc.

O conselho que eu dou é fazer questões de teste. Está com dúvida se realmente aprender? Não volte desde o início, faça uma bateria de questões e se teste, meça o seu conhecimento.

Desse modo você vai ter certeza que realmente já está com uma boa bagagem naquela disciplina,

5. Equilibre a sua carga horária.

Não vá pensando que qualidade no estudo é sentar na cadeira e ficar lendo por 3 horas toda a teoria. Você precisa equilibrar a sua carga horária com teoria, questões e revisões. Aliás, esse é o tripé da aprovação do Método 4.2 de Revisão.

No Método, trabalhamos da seguinte forma:

50% de teoria,

42% de questões;  

8% de revisão.

É dessa forma que equilibramos a carga horária. Você estuda a teoria, parte para a prática com as questões e revisa apenas o que errar.

6. Aproveite seu tempo.

Se você tem apenas 3 horas por dia para estudar é crucial você aproveitar todo tempo que livre que surgir no seu dia a dia de trabalho. Aproveite a hora do almoço, o tempo dentro do ônibus, o atraso do professor na faculdade etc.

Pegue essas janelas e vá adiantando a sua vida, encaixe o que não deu tempo de estudar dentro das 3 horas. Coloque em mente que tempo é estudo.

7. Você estuda para ser generalista.

Tenha em mente que o objetivo do seu estudo é passar em uma prova, só isso. Não é para você achar que está fazendo um doutorado de cada disciplina e querer discutir com a questão.

Você estudar para passar em um concurso público, não para ser o especialista em Direito Administrativo, por exemplo. Não se aprofunde demais, seu conhecimento tem que ser de forma geral, do que estás sendo pedido no edital.

Afinal, você estuda para marcar a bolinha certa na hora da prova, não para ter um diploma de doutorado.

8. Aumente a sua velocidade de leitura.

É importante você, com o tempo de estudo, ir aumentando a sua velocidade de leitura quando estiver estudando. Se você conseguir ler 20 páginas por hora já vai estar facilitando e muito a sua vida.

Além disso, é importante também treinar a velocidade de leitura nas questões. Às vezes nem sempre o texto longo tem a ver com o que o enunciado pede. A FGV, por exemplo, faz muito isso, coloca um texto longo que pode ser dispensável na hora de marcar a alternativa correta.

Treine bastante isso em casa para na hora da prova conseguir ganhar tempo.

9. Estude antes de ir trabalhar.

Se você trabalha oito horas por dia e só tem a noite para estudar, eu sugiro que você acorde um pouco mais cedo.

Levante uma hora antes que de costume e já dê uma lida no conteúdo. Desse modo você já vai sair de casa para trabalhar com uma confiança bem melhor, de que já deu início ao ciclo de estudo.

10. Tire um cochilo.

Eu, quando chegava do trabalho, tinha duas horas para estudar. Mas eu chegava exausto. Então eu tirava um cochilo de meia hora e quando acordava conseguia estudar com qualidade.

Afinal, é bem mais vantajoso estudar uma hora e meia com qualidade do que duas horas pescando de sono.

Faça isso, tire um cochilo para oxigenar seu cérebro. Isso vai fazer com o que o seu cérebro reinicie para reter novas informações.

11. Comece a meta de estudo no sábado.

Por que isso? Porque você vai estudar sábado, domingo, segunda e terça. Os quatro dias de teoria. Quarta e quinta são os dias de revisão, quando você estuda só por questões e revisa aquilo que errou.

Na sexta, você folga nos estudos.

É isso. Simbora estudar!

Abraços,

Rafael Barbosa.

Prepare-se com o time do Método 4.2!

Baixe nossas planilhas gratuitas e comece a estudar agora mesmo!

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome na lista de espera e faça parte do programa coaching!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário