fbpx

Você é maior que os seus problemas

Você é maior que os seus problemas

Fala, galera! Eu vim mostrar hoje que você é maior que o seu problema!

Vejo muita gente se queixando de dificuldades para estudar e é meu dever alertá-lo para um fato que não temos como mudar: o mundo não vai parar para você estudar. Problemas sociais, familiares, de saúde, de relacionamento, de trabalho, financeiros, etc. Todo tipo de problema. Enfim, a vida é assim, vivemos para resolver problemas.

Inclusive foi por isso que você começou a estudar, para resolver um ou mais problemas. Então, temos que procurar estabelecer uma postura altiva diante dos problemas que nos são apresentados. Deixa eu dar um exemplo de um problema que eu tive que vencer para conseguir estudar e ser aprovado nos meus 12 concursos (o problema sempre esteve ao meu lado)…

Antes, gostaria de registrar que “ser liso” foi o problema que me fez estudar para concursos. Mas eu tinha um outro problema no caminho: a enxaqueca.

Isso mesmo, todo mês, dos 14 aos 29 anos de idade, eu ficava de 3 a 7 dias ininterruptos com a cabeça doendo. Para você ter uma ideia, muitas vezes, a dor só aliviava um pouco quando eu ia para a emergência tomar o medicamento na veia.

Enfim, aí eu tive que confrontar dois problemas: “ser liso” e a enxaqueca. Nessa briga pra ver quem merecia mais atenção, ganhou a falta de grana. Até pra cuidar da enxaqueca eu tinha que ter dinheiro.  Fiz de tudo para curar a danada da enxaqueca, mas ela não passava. Sendo assim, só me restava estudar, mesmo com dor de cabeça.

Para driblar a dor, eu procurava estudar disciplinas leves, que eu gostava e que não exigiam cálculo. Onde eu não esquentasse a cabeça. Até a posição eu mudava durante os estudos. Por exemplo, a dor era menor se eu estivesse na cama, a 45 graus de inclinação, com o notebook no colo. Eu dava meu jeito para não parar.

Mas, quando a dor apertava, não tinha jeito. Eu parava e tentava compensar na semana seguinte. Nem sofria com isso. Sabia que era o “padrão”. Assim eu mantinha meu emocional blindado.

Esse foi meu comportamento diante desse problema. Eu procurei contorná-lo. Não me rendi a ele. Afinal, eu sou maior que os meus problemas. Sempre.

De hoje em diante, mude a sua postura diante dos problemas. Não se submeta a eles. Enfrente-os. Procure soluções. Insista e vença.

Bons estudos.

Abraços,

Rafael Barbosa.

Conheça o Método 4.2 de Revisão, baixe uma das planilhas gratuitas e comece a estudar agora mesmo!

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera e faça parte do programa coaching!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário