fbpx

Saiba como se preparar para a prova discursiva da Receita Federal!

Prova discursiva da Receita Federal

Olá, pessoal! Vamos falar da prova discursiva da Receita Federal, afinal você precisa estar totalmente preparado para o certame.

O novo concurso da Receita Federal tem previsão de publicar o edital em setembro deste ano, de acordo com a informação do Sindifisco. O órgão encaminhou um novo pedido ao Ministério da Economia, solicitando 230 vagas para os cargos de Auditor Fiscal e 469 para Analista Tributário.

Os vencimentos são bastante atrativos, sendo mais um incentivo para você se dedicar bastante nesse concurso. Veja abaixo:

  • Auditor: R$21.029,09 (sem acréscimo dos benefícios);
  • Analista: 12.142,39 (sem acréscimo dos benefícios).

O último concurso contou com mais de dez disciplinas cobradas no edital para a prova objetiva, além de prova discursiva.

Muitos concurseiros têm medo de prova discursiva por diversos motivos, entre eles estão: falta de tempo, falta de ideia, não conseguir organizar as ideias para escrever etc. Enquanto outros subestimam a prova, achando que na hora “desenrola”.

Eu digo a você que nem tanto e nem tão pouco. O segredo de tudo na vida está no equilíbrio. Afinal, no último concurso, a prova discursiva da Receita Federal correspondia a 25% da nota, um percentual significativo para a aprovação.

Sabendo disso, vamos entender como fazer uma boa prova discursiva da Receita Federal para que você possa ir fazê-la sem medo!

Formato da prova discursiva da Receita Federal

Tomando como exemplo o último concurso do órgão, para o cargo de Auditor, a prova discursiva constou de uma redação de 40 a 60 linhas e mais 3 questões discursivas de 15 a 30 linhas. O tempo para responder foi de 5 horas.

Para o cargo de Analista, foi cobrado do candidato uma redação de 40 a 60 linhas para ser desenvolvida em 3 horas.

Os temas das discursivas são relacionados às disciplinas cobradas no edital para a prova objetiva. Veja abaixo dois exemplos da prova discursiva dos concursos passados:

  • Prova para Auditor Fiscal da Receita Federal de 2014:

  • Prova da Analista Tributário da Receita Federal de 2012:

Nas duas provas discursivas são abordados temas da disciplina de Direito Tributário, já uma ótima dica para você começar a estudar, pois não basta ter apenas a técnica da escrita, é necessário (e fundamental) ter conteúdo.

E para ter conteúdo na hora de escrever é preciso estudar muito, ler e fazer questões. Sempre. Teoria e prática precisam sempre andar juntas.

Como estudar para a prova discursiva da Receita Federal

Sei que é difícil estudar tanto para a objetiva quanto para a discursiva. Mas não é impossível. Uma dica que dou é você ir adquirindo conteúdo e trabalhando a capacidade de explicar os assuntos enquanto estuda para a objetiva.

Explique para si mesmo, no espelho, vá elaborando as ideias. Depois comece a fazer isso no papel para começar a trabalhar o processo de escrita. Ao evoluir, vá fazendo as questões discursivas dos concursos anteriores. Treine, pratique, escreva!

Para facilitar os seus estudos para as discursivas, anote essas dicas valioso as abaixo:

1. Use um assunto que você estudou para a prova objetiva.

Elenque um tema de uma disciplina estudada durante a semana. Por exemplo, você estudou Contabilidade Geral no dia anterior, escolha um tema visto e elabore uma questão para você desenvolver.

Comece com uma redação sobre o tema estudado, depois avance para questão discursiva. Elabore uma questão aberta, baseada nas provas anteriores para manter o formato, e vá responder.

2. Faça discursivas de outros certames anteriores, tanto da Receita Federal quanto de outros órgãos.

Variar o tipo de questão e a banca é importante para desenvolver mais habilidade, pois caso a banca do novo concurso da Receita venha com alguma surpresa no formato ou conteúdo, você estará preparado.

Essa prática da discursiva com bancas e órgãos diferentes vai deixar você apto para responder qualquer formato de avaliação discursiva que vier. Por isso, treine bastante.

3. Treine para fazer a discursiva sem rascunho.

Conseguir escrever direto na folha de resposta vai te poupar muito tempo. E fazer isso não é uma tarefa impossível, basta treinar em casa.

Escrever sem rascunho é uma arte que depende do seu poder de “construção de ideias completas mentalmente”, sem necessidade de rabiscos anteriores.

Para começar, é necessário você estruturar o seu texto mentalmente. Parece óbvio, mas muita gente começa a escrever sem pensar no que está colocando no papel. Até pensa na palavra ou frase, mas não dentro do contexto geral do texto.

Portanto, estruture seu texto em tópico, como se fosse um roteiro. Os tópicos devem nascer em meio ao processo de brainstorming que você deve fazer antes de começar a elaborar o texto. A partir do roteiro, você vai começar a fazer o seguinte: você só vai colocar alguma coisa no papel quando tiver pensado na frase inteira.

4. Use frases curtas.

Prefira períodos curtos com frases na ordem direta. Isso vai fazer você permanecer no tema sem se perder na organização das ideias. No mesmo contexto, também evite orações intercalas ou apostos, quanto menos vírgula tiver em um período, melhor.

5. Tenha calma na hora de escrever.

A afobação não vai ajudar em nada na sua escrita. Respire fundo, vá organizando as ideias e passando para o papel.

Se você errar alguma coisa, não tem problema, passe um traço em cima da palavra e de continuidade ao texto imediatamente após a palavra riscada. Permaneça concentrado na sua escrita, quanto mais focado, menor é a margem de erro.

6. Banca de Discursivas

Se, ainda assim, não for suficiente, contrate o curso de discursivas do Método 4.2 de Revisão e se prepare para fazer uma boa prova discursiva da Receita Federal. Não morra na praia!

A Banca de Discursivas é uma plataforma especialmente desenvolvida para avaliar como está o seu nível em relação à elaboração de Provas Discursivas. O seu texto será submetido a uma Banca de Discursivas e passará por mais de uma avaliação. Dessa forma, os critérios utilizados para corrigir o seu texto serão minuciosamente controlados, o que fará com que você tenha uma correção completa do seu texto.

Você definitivamente aprenderá a escrever um texto nota 10 a partir do conhecimento prático. Conheça mais sobre a Banca de Discursivas clicando no botão abaixo!

Abraços,

Fernanda Barbosa.

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário