fbpx

NÚCLEO DURO DA RECEITA FEDERAL: QUAIS DISCIPLINAS ESTUDAR

Receita Federal

Fala, Galerinha! Hoje venho aqui trazer algumas informações sobre o concurso da Receita Federal.

Após o Ministério da Economia autorizar a realização de outros dois certames federais na última segunda-feira (06) (IBAMA e ICMBio), o Sindifisco Nacional voltou a expressar sua insatisfação com a não autorização do concurso para a RFB.

Segundo o Sindicato, tal fato torna ainda mais insustentável a situação da Receita Federal, visto que a autorização está dependendo de solicitação formal do secretário da RFB, José Barroso Tostes Neto, ao ministro Paulo Guedes.

“Inadmissível que a autorização para o concurso para o cargo de Auditor-Fiscal ainda não tenha sido assinada, já que o processo se encontrava pronto e na mesa de quem iria apor a autorização, tendo morrido de inanição.”

Outro assunto muito defendido pelo Sindicato é o concurso de remoção de servidores lotados na fronteira. Alguns, há pelo menos sete anos.

Fazem 8 meses que ocorreu a última reunião realizada entre o Sindicato, autoridades da Receita e esses servidores.

Em nota, o Sindifisco afirmou que continuará lutando pelo concurso para Auditor-Fiscal, assim como pelo concurso de remoção. Porém, pede que o secretário José Tostes exerça sua função de dirigente máximo de um órgão:

“É preciso que o Auditor-Fiscal José Barroso Tostes Neto exerça sua função de secretário da Receita Federal, de dirigente máximo de um órgão. Não pode apenas cuidar da grama lá fora enquanto sua casa cai aos pedaços.”

A publicação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para 2022 prevê 66.654 vagas para provimento no Poder Executivo Federal.

Vale lembrar que a RFB segue buscando a autorização para realizar um novo certame. Isso porque, 07 de julho foi o último dia em que o edital poderia ser publicado com tempo hábil de ser finalizado ainda em 2021.

Agora, a nova expectativa é que autorização aconteça logo mais. Com isso, o edital poderia ser publicado já nos próximos meses, com nomeações em 2022.

Informações:

Receita Federal – Auditor Fiscal e Analista Tributário

Status: solicitado

Vagas: 699 solicitadas

Salário inicial: R$ 11.684,39 e R$ 21.029,09

Dessas 699 vagas solicitadas, 230 são para Auditor e 469 para Analista. Internamente, especulava-se um quantitativo maior, que não foi confirmado oficialmente pelo órgão.

Atualmente, o órgão já acumula mais de 22 mil cargos vagos. Desses, 12.296 são de Auditor Fiscal. Portanto, a realização de um novo concurso se torna cada vez mais necessária.

Vamos falar um pouco em relação à remuneração para os cargos de Auditor e Analista da receita Federal.

Em 2019, os Auditores da Receita Federal obtiveram um grande aumento salarial, tornando o concurso ainda mais desejado:

O salário inicial do Auditor passou a ser de R$ 21.029,09, e o de Analista, de R$ 11.684,39. Os salários finais (“teto da carreira”) passaram a ser de R$ 27.303,62 e R$ 18.076,05, respectivamente,

Foi criado um bônus de eficiência, pago em adição ao salário normal;

Houve significativa redução do número de níveis na tabela salarial, permitindo que o servidor chegue mais rápido ao teto da carreira.

Vamos ver quais foram as disciplinas cobradas em cada concurso:

Auditor 2014Analista 2012
Língua PortuguesaLíngua Portuguesa
Espanhol ou InglêsEspanhol ou Inglês
Raciocínio Lógico-QuantitativoRaciocínio Lógico-Quantitativo
Administração Geral e PúblicaAdministração Geral
Direito ConstitucionalDireito Constitucional
Direito AdministrativoDireito Administrativo
Direito TributárioDireito Tributário
Auditoria
Contabilidade Geral e AvançadaContabilidade Geral
Legislação TributáriaLegislação Tributária
Comércio Internacional e Legislação AduaneiraLegislação Aduaneira

É importante destacar que o último concurso, ocorreu em 2014 (auditor) e 2012 (analista), foi elaborado pela banca ESAF.

A banca ESAF não realizará mais provas. Assim sendo, teremos algumas mudanças no próximo certame.

No novo concurso, deveremos ter uma disputa entre as bancas organizadoras de concursos. Particularmente, eu acredito que essa disputa fique entre as bancas FCC e CEBRASPE.

Por isso, quero trazer as vocês o núcleo duro para o concurso de Auditor Fiscal da Receita Federal.

Mas professor, o que seria o núcleo duro? Esse núcleo duro são as matérias “bases” que devem ser cobradas para esse cargo.

NÚCLEO DURO RECEITA FEDERAL
Português
Raciocínio Lógico
Estatística
Direito Administrativo
Direito Constitucional
Auditoria
Tecnologia da Informação
Contabilidade Geral
Contabilidade de Custos
Análise das Demonstrações Contábeis
Direito Tributário
Direito Empresarial
Direito Civil
Direito Penal
Economia
Legislação Tributária
Legislação Aduaneira
Comércio Internacional

Eu sei que são muitas matérias, mas estamos falando da RECEITA FEDERAL, então, fácil não seria, não é mesmo?

Se você está começando a estudar agora, comece pelas disciplinas básicas, que são: Português, Administrativo, Constitucional, Contabilidade Geral, Tributário, Auditoria e Tecnologia da Informação.

Bom, essa é a minha aposta.

E para se preparar com mais organização, clica no botão e baixe a planilha gratuita do concurso da Receita Federal!

E se você quiser otimizar o seu estudo de forma prática e com atendimento personalidade, conheça o programa Coaching do Método 4.2 de Revisão!

programa coaching do Método 4.2 de Revisão é ideal para otimizar os seus estudos. Ter um método de estudo é de crucial importância no seu processo de aprovação. E não pode ser qualquer técnica aleatória, o método precisa otimizar o seu tempo para que você possa ter um estudo de qualidade.

O coaching para concursos vai orientar você em como estudar e por onde estudar. A ideia é fazer o coachee estudar do modo certo e com qualidade. Por exemplo, você pode estudar tanto por PDF quanto por videoaula, o seu coach vai dizer a você como e quando fazer isso.

Um bom programa coaching é aquele que organiza e otimiza o tempo do cochee. E o Método 4.2 de Revisão trabalha dessa forma.

O Método 4.2 de Revisão é uma técnica de estudo que tem por missão organizar o estudo da teoria, da prática (treino em questões) e das revisões sistemáticas, da seguinte forma: as disciplinas são organizadas em dois grupos que se alternam em 4 dias dedicados ao estudo da teoria (mais questões de fixação) e 2 dias de revisão (feita de forma reversa: das questões para a “teoria”).

Abaixo segue o passo a passo do Método 4.2 de Revisão:

  • Trabalhe com ciclos de estudos de 7 dias, sendo 6 de estudos e 1 de descanso;
  • Divida os 6 dias de estudos em 4 dias para teoria e 2 para revisão;
  • Nos dias destinados à teoria, dedique no máximo 2 horas de estudo para cada disciplina;
  • Durante a leitura da teoria, faça apenas grifos e anotações (cuidado com resumos, se quiser mesmo fazer, faça resumos curtos);
  • Nos dois dias de revisão, faça questões sobre os assuntos estudados na semana e revise apenas o que errar;
  • Se for preciso, volte no curso regular ou videoaula para revisar o que você errou;
  • Procure fazer entre 300 e 500 questões por semana (dos assuntos que você estudou);
  • Controle seu progresso no conteúdo programático do concurso para o qual você está estudando;
  • Por fim, repita o procedimento até bater o edital!!!

O programa de coaching tem como objetivo:

  • fazer com que você aprenda a estudar em alta performance;
  • oferecer orientação profissional plenamente capacitada e comprometida;
  • desenvolver todas as técnicas que envolvem o método 4.2 de revisão;
  • estimular o autodidatismo;
  • melhorar seu desenvolvimento nos estudos;
  • organizar sua rotina de estudos;
  • aumentar sua autoconfiança e disciplina;
  • a sua aprovação!

São muitos os benefícios que o coachee tem a ganhar, alguns deles são:

  • gestão do tempo de estudo;
  • aumento da produtividade nos estudos, medida por meio de indicadores objetivos;
  • maior absorção do conteúdo estudado, por meio do estudo sistemático, utilizando o método 4.2 de revisão;
  • melhoria no rendimento dos exercícios, tendo em vista o trabalho focado e objetivo, baseado o cargo/área escolhido pelo aluno;
  • mais segurança durante a jornada de estudos até a aprovação, por meio de orientações pontuais e específicas, sob demanda do estudante;
  • ciclos de estudos planejados de acordo com a sua rotina e concursos de interesse;
  • organização de revisões sistemáticas, garantindo a fixação do conhecimento, sem prejuízo ao avanço do conteúdo do edital;
  • avaliações de desempenho por assunto, permitindo o conhecimento dos pontos fracos/oportunidades de melhoria em cada disciplina, conforme a sua relevância;
  • planejamento e otimização do seu estudo em um alto nível, possibilitando alto rendimento em provas.

Se você tem interesse de ter um acompanhamento individual e personalizado, deixe seu nome da lista de espera e faça parte do programa coaching!

Gostou deste artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkdin
Share on pinterest
Pinterest

Deixe seu comentário